O ciclo reprodutivo

01_cow

   

Durante as fases iniciais da vida do embrião, o sistema genital de ambos os sexos desenvolve-se exatamente da mesma forma. A diferenciação sexual em bovinos ocorre numa fase mais precoce do que na maior parte dos outros mamíferos, começando quando o feto tem cerca de 40 dias de idade. Os cordões corticais sexuais contêm os gonócitos primordiais a partir dos quais as células se desenvolvem, produzindo, eventualmente, o óvulo. Ao nascimento, todos os oócitos estarão formados e não se irão desenvolver novos.  Ver folículos na estrutura ovárica.  

Com a exceção do orifício de entrada ou vulvaGenitália externa feminina de mamíferos placentários., os órgãos genitais da fêmea encontram-se na cavidade pélvica-abdominal. Os órgãos genitais não produzem apenas gâmetas e hormonas sexuais, fornecem também um local para a fertilizaçãoUnião de um gâmeta masculino (espermatozoide), com um gâmeta feminino (óvulo) para formar um ovo ou zigoto. e são responsáveis pela gestaçãoEstado entre a implantação e o parto de fêmeas de espécies vivíparas gestantes., partoNascimento de uma cria. e lactação.  Rever anatomia do sistema reprodutivo .

A vaca é um animal poliéstrico contínuo, com uma duração média do ciclo de 21/22 dias para vacas já paridas e de 20 dias para novilhas. A atividade sexual começa na puberdadeTransição entre idade juvenil e idade adulta, caracterizada pelo desenvolvimento das características sexuais, aceleração do crescimento linear e aquisição de funções reprodutivas., quando o animal atinge 40-45% do seu peso em adulto, seguindo-se um padrão cíclico caracterizado pelo aparecimento periódico do estroTambém conhecido por cio. Fenómenos fisiológicos e comportamentais que precedem e acompanham a ovulação nas fêmeas de mamíferos.. O estroTambém conhecido por cio. Fenómenos fisiológicos e comportamentais que precedem e acompanham a ovulação nas fêmeas de mamíferos., quando o animal está em cioTambém conhecido por estro. Fenómenos fisiológicos e comportamentais que precedem e acompanham a ovulação nas fêmeas de mamíferos., é o momento em que o macho é aceite e a monta (cobrição) ocorre. Este período coincide com a presença de um folículoPequena cavidade secretora ou excretora. Os folículos ováricos crescem até à ovulação ou emissão do gâmeta feminino. de Graaf maduro no ovárioGlândulas reprodutivas femininas, localizadas simetricamente em ambos os lados do útero, e que produzem os gâmetas femininos. que é posteriormente libertado na ovulaçãoExpulsão de um óvulo do ovário nas fêmeas.. O cioTambém conhecido por estro. Fenómenos fisiológicos e comportamentais que precedem e acompanham a ovulação nas fêmeas de mamíferos. dura de 6 a 30 horas e é caracterizado por sinais visíveis: ansiedade, excitação, vocalização, incitar comportamento de monta por outros animais e aceitação passiva a ser montada por um touro ou outra vaca, com aumento de muco vaginal. A ovulaçãoExpulsão de um óvulo do ovário nas fêmeas. ocorre 6 a 14 horas após o fim do estroTambém conhecido por cio. Fenómenos fisiológicos e comportamentais que precedem e acompanham a ovulação nas fêmeas de mamíferos. e é seguida pela formação do corpo lúteoEstrutura especializada, formada após a ovulação de um folículo dominante. A sua parede espessada é formada a partir de células secretoras de progesterona. É o sinal da atividade cíclica; mantêm-se em caso de gestação. e o início de um período em que o úteroÓrgão genital de fêmeas de mamíferos; localizado entre as trompas de Falópio e a vagina, que abriga o óvulo fertilizado até que o seu pleno desenvolvimento ocorra e seja expulso no final da gestação. se torna gestante, correspondendo ao momento em que a função luteal é ativa. Saiba mais sobre o ciclo éstrico .